terça-feira, 21 de novembro de 2017

Plenitude (Fullness)

Meo contentus sum

Satisfeito com o que tenho

(I am content with what I have)


"Meo contentus sum está na obra De Beneficiis do romano Sêneca (04 - 65 a.C.), que foi um importante filósofo, escritor, mestre na arte da retórica, membro do senado e magistrado. Sêneca também foi tutor e conselheiro do Imperador Nero.

Estou satisfeito com o que tenho não é defesa ou convite ao comodismo, porém a constatação de que é característica do homem sábio não ter apego a bens materiais. Possuir controle sobre si mesmo é parte imprescindível para alcançar a verdadeira liberdade: tornar-se dono de si mesmo é um bem imensurável.
Na foto, estou me divertindo com uma simples bola que me emprestaram para brincar."

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 14 de novembro de 2017

Uso (Use)

Dura usu molliora

Com o uso tudo melhora

(Hard things become softer with use)


"Dura usu molliora! Para exemplificar a citação de hoje estou tentando me acostumar com o sapato novo que está incomodando, mas com o uso tudo melhora.

Sob essa interpretação, a citação refere-se a ideia de que os incômodos eventualmente sofridos tornam-se mais suportáveis com a vivência. É o que acontece quando nos mudamos para uma nova casa ou trocamos de emprego ou começamos uma faculdade e nos sentimos desconfortáveis, aos poucos a situação vai se tornando mais aceitável e, quem sabe, até agradável. 

Outra interpretação possível para a citação é: o difícil torna-se fácil com a prática. Isto é, com dedicação e com perseverança atividades e procedimentos que antes pareciam complexos e de extrema dificuldade tornam-se naturais e espontâneos.


Meu papai não se esquece que foi com dificuldade que aprendeu a dar laço nos cadarços dos sapatos - naquela época não havia a facilidade do velcro para socorrer os baixinhos..."


"Parece que esse sapato tá menor do que meu pé..."


Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 7 de novembro de 2017

Leitura II (Reading II)

Disce legendo

Aprenda lendo

(Learn by reading)


"Disce legendo - aprenda lendo foi o conselho dado por Dionísio Catão em seu texto Disticha 2, Praefatio 10, há quase dois mil anos. Conselho que continua mais do que nunca válido em nossa sociedade multimídia, onde os jovens e adultos estão abdicando do prazer da leitura em prol da fácil aquisição de informação através de vídeo, fotos e áudio.

Hoje, lê-se apenas manchetes, títulos e resumos curtos - não há paciência para saborear análises profundas ou textos bem elaborados. 
A regra que impera é absorção rápida de informação pronta para digerir. O resultado é uma  população sem senso crítico que propaga mensagens absurdas criadas por grupos mal-intencionados ou que encontram prazer na disseminação de boatos, espalhando pânico ou confusão.
Então, para não se tornar vítima da desinformação: disce legendo!

Nas fotos de hoje estou numa livraria de shopping admirando a magia dos livros."


Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 31 de outubro de 2017

Melhor caminho (Best way)

Elige viam optimam

Escolha o melhor caminho

(Choose the best way)


"Escolher o melhor caminho nem sempre é tarefa fácil. Usualmente não dispomos de todas as informações necessárias ou de coragem suficiente para tomar decisões arrojadas.
O meu papai diz que nunca se arrepende de suas decisões, pois sempre foi o melhor que pode fazer num dado momento. Mesmo quando foram decisões catastróficas, não poderiam ter sido de outra forma, e já foram tomadas - não adianta se amargurar. A vida segue, mas é bom tentar aprender com os desacertos para não repetir padrões negativos de escolhas, pois estaremos sempre sendo testados e sujeitos a decisões conflitantes."

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 24 de outubro de 2017

Ousado (Daring)

Qui nihil audet, nihil gaudet

Quem não ousa, não vive

(He who dares nothing, enjoys nothing)


"Qui nihil audet, nihil gaudet - quem não ousa, não vive. A rima audet/gaudet revela a origem medieval deste provérbio. 
Há um provérbio em inglês de significado similar, que também possui rima, e é bastante utilizado em academias de musculação: no pain, no gainsem dor, sem ganho.*

Na foto, estou me esbaldando na piscina do sítio da Dinda em Vianópolis - MG. O  Sol  estava quente, mas a  água  fria e acabei pegando um resfriado. Não me importo, me diverti muito: qui nihil audet, nihil gaudet!"

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

* Informação fornecida pela tia Laura Gibbs

terça-feira, 17 de outubro de 2017

Confiança (Confidence)

Fides et fiducia

Com fé e confiança

(By faith and confidence)


"Fide et fiducia - com fé e confiança – É condição da natureza humana a presença de sentimentos e emoções, que são respostas irracionais e ilógicas a estímulos recebidos. 
e confiança nos levam a acreditar em algo sem a necessidade de razão ou prova. Nesse último feriado estivemos mais uma vez no sítio da dinda. O papai me arremessou às alturas e brincou comigo na piscina: eu tinha fé e confiança que ele cuidaria bem de mim e nada de mal me aconteceria.

Fide et fiducia - com fé e confiança – abaixo alguns exemplos de utilização dessa expressão: lema do órgão responsável pelas finanças do Exército Britânico, empresa de Lisboa que desenvolve Websites, lema em um cartão Mastercard e lema no Brasão da  família escocesa Primrose.

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 10 de outubro de 2017

O juiz (The judge)

Tempus est optimus iudex

O tempo é o melhor juiz

(Time is the best judge)


" Tempus est optimus iudex  – Pode ser traduzido como: o tempo é o melhor juiz, ou o tempo é o mestre da vida ou ainda o tempo dirá… O passar do Tempo traz perspectivas novas que permitem analisar os acontecimentos através de pontos de vista diferentes mudando o entendimento dos fatos.

Compõem comigo a cena acima o tio Iracildes, que já visitou o Blog em outras ocasiões, e um antigo relógio de parede que está entre nós simbolizando o inexorável passar do Tempo. O Tempo que nos separa por oito décadas, porém nos aproxima nesse determinado ponto de nossas existências.

No início deste mês, o tio Iracildes nos levou ao Colégio Rural São Vicente de Paulo em Guaratiba, onde trabalha sua filha a Irmã Bernadete. O colégio possui uma fazendinha com grande variedade de animais e muito verde – me diverti bastante. Abaixo, corro atrás dos patinhos:"
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 3 de outubro de 2017

A primeira pedra (The first rock)

Nemo sine crimine vivit

Ninguém vive sem cometer erro

(No one lives without crime)


"A citação Ninguém vive sem cometer erro aparece na obra Dísticos, uma coletânea de máximas morais redigidas no século III d.C em latim por Dionísio Catão. A citação completa é:
Si vitam inspicias hominum, si denique mores,
cum culpant alios, nemo sine crimine vivit
Se você olhar o modo de vida daqueles que culpam os outros,
verá que ninguém vive sem culpa alguma

Muitos se apressam em condenar os defeitos e erros alheios, mas, se olharmos com cuidado, veremos que todos cometem deslizes, pequenos ou grandes. A citação de hoje nos remete a uma outra bastante conhecida: atire a primeira pedra aquele que nunca pecou.


Estes dois versos em latim também aparecem na canção The Egoism, da banda italiana Fleshgod Apocalypse - para conferir clique no link: 
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

quarta-feira, 27 de setembro de 2017

Luz (Light)

Fiat lux

Faça-se a luz

(Let light be made)


" FAÇA-SE A LUZ  - palavras pelas quais, segundo a Bíblia, em Gênesis, 1, 3, deus criou a luz a partir do nada:
Dixitque Deus fiat lux et facta est lux
E Deus disse Faça-se a luz: e a luz se fez

A citação é uma metáfora bastante conhecida e representa a origem do novo, mas também utilizada como dissipar a ignorância
A citação é utilizada como lema de dezenas de instituições de ensino em vários países e referenciada frequentemente na literatura universal.

Para o meu papai, o termo remonta aos tempos de criança: eram palavras impressas como marca em caixas de fósforo, um nome num código estranho. Passaram-se muitos anos até que o tio Iracildes esclareceu o enigma informando a origem bíblica do termo em latim e, assim, dissipando sua ignorância. 😉

Outra referência do papai com o fiat lux é o excelente conto de ficção científica A última perguntade  Isaac Asimov, escrito em 1956. O papai tentou resumir ao máximo o conto para que a leitura não se tornasse maçante, vale a pena conferir pelo final (após o conto, há uma explicação para os mais distraídos):

O conto oferece uma explicação para o Fiat Lux bíblico e para a criação do Universo: um avançado computador evolui ao ponto de descobrir como criar Tudo a partir do Nada que restou de um Universo agonizante. Apenas ficção... Ou não?"
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 19 de setembro de 2017

O canto do pássaro (The bird and its note)

Avis a cantu dignoscitur

Pelo canto se conhece o pássaro

(A bird is known by its note)


"Esse provérbio aparece na Adagia, obra em que Erasmo de Roterdã traduziu para o latim provérbios de vários povos.

Pelo canto se conhece o pássaro - Significa que as palavras revelam quem cada um é, portanto, melhor ter cuidado com o que se diz. 
Além disso, em tempos de Operação Lava Jato,  o risco é grande para quem fala demais, que o diga o sr Wesley Batista.
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 12 de setembro de 2017

Questão de fé (Matter of faith)

Petite, et dabitur vobis

Peça e vos será dado

(Ask, and it will be given to you)


"Petite et dabitur vobis - peça e vos será dado, está em Mateus 7.7 na versão em latim da Bíblia. Na frase, Cristo supostamente afirma que tudo o que se pede será concedido.
Embora o contexto não mencione condicionantes para o atendimento dos pedidos, podemos imaginar que não se trata de um tipo de Gênio da Lâmpada melhorado, que realizaria qualquer desejo e não apenas três, mas uma infinidade deles!

Segundo as interpretações usuais desta passagem bíblica, trata-se de um socorro aos aflitos e desesperados que podem receber solução para seus problemas mediante a naquele que fez a promessa.

Na foto, estou no sítio da dinda nesse feriado de Sete de Setembro. Pedi e recebi a bola de meu amiguinho Mateus, coincidentemente xará do Evangelista do texto de hoje.

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

quinta-feira, 7 de setembro de 2017

Liberdade (Liberty)

Libertas Quæ Sera Tamen

Liberdade ainda que tardia

(Freedom albeit late)


"Hoje é dia  7 de setembro , data que ficou conhecida pelo episódio do Grito do Ipiranga ocorrido em 1822
Às margens do riacho Ipiranga, hoje atual cidade de São Paulo, o Príncipe Regente Dom Pedro I gritou de espada em punho "independência ou morte" e a partir desse momento, simbolicamente, o Brasil não era mais uma colônia de Portugal.
Quadro de Pedro Américo retratando o Grito do Ipiranga

Quarenta anos antes, o movimento separatista conhecido como Inconfidência mineira utilizou como lema a expressão em latim Liberdade que ainda tardia, que posteriormente foi incorporado a bandeira do estado Minas Gerais
O texto em latim foi retirado de um poema do romano Virgílio. Faz parte do diálogo:
   "Et quæ tanta fuit Romam tibi causa videndi?"
   "Libertas, quæ sera tamen, respexit inertem."

   "E qual foi o forte motivo para visitares Roma?"
   "A liberdade que tardia, todavia, apiedou-se de mim, na minha inércia."
Coincidentemente, hoje estou indo para Minas Gerais passar o feriadão no sítio da Dinda.

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 5 de setembro de 2017

Doce ócio (Leisure is sweet)

Dulce otium

Doce ócio

(Leisure is sweet)


"A citação de hoje é do orador romano Plínio, o jovem, que viveu na época da erupção do vulcão Vesúvio que destruiu a cidade de Pompéia.  O texto completo é: 


O dulce otium, honestumque, ac paene omni negotio pulchrius
Ó doce e honesto ócio! Mais belo, talvez, do que toda atividade

O tema se mostra atual para a sociedade moderna que exige produtividade elevada e alto desempenho pessoal. No Japão muitos jovens recorrem ao suicídio por não alcançarem os níveis exigidos pela competitiva sociedade japonesa. O repouso e o lazer são essenciais - viva a qualidade de vida!

Aproveito enquanto sou criança e as cobranças ainda são poucas para me divertir nessa piscina de bolinhas do Shopping Metropolitano.
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 29 de agosto de 2017

Corrupção (Corruption)

Abluit manus manum

Uma mão lava a outra

(One hand washes another)


"A imagem de uma mão lavando a outra nos remete a ideia de ajuda mútua, pois é difícil lavar uma das mãos sem ajuda. 
É uma outra forma de dizer 'é dando que se recebe'. Mas, analisando-se pelo lado negativo, a expressão é bastante atual no  Brasil  em tempos de operação Lava-Jato. Lembra o toma lá, dá cá da corrupção, onde o pais e o povo são os que saem perdendo.

Abluit manus manum – apareceu originalmente na obra Adagia do padre jesuíta Andreas Schottus que traduziu para o latim provérbios e citações de diversas línguas."

terça-feira, 22 de agosto de 2017

Mente e matéria (Mind and mass)

Mens agitat molem

A mente move a matéria

(Mind moves the mass)


"Estou aqui em um helicóptero em pleno voo.
A natureza e o processo evolutivo não deram asas ao homem, mas através de sua mente o homem se deu asas e consegue fazer flutuar máquinas que pesam dezenas de toneladas - realmente a mente move a matéria.

Mens agitat molem - possuía um significado diferente em sua origem: o espírito move a matéria é uma frase do poeta romano Virgílio que aparece na Eneida, VI, 727. Anquises explica a seu filho Eneias como os seres humanos são criados: o espírito divino infla vida à matéria.
O poeta grego Homero criou a Odisseia, aventuras do herói Odisseu (Ulisses para os romanos), Virgílio criou a Eneida, a epopeia do herói romano Eneias

Abaixo símbolos familiares e de instituições e uma tatuagem utilizando a citação de hoje:


Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Cartas (Letters)

Litteris absentes videmus

Pelas cartas revemos os ausentes

(We see people who are absent through letters)


"Pelas cartas revemos os ausentes - aqui o poeta romano Cícero nos fala sobre luta contra a distância que separa os amantes através de cartas. Cartas praticamente deixaram de existir no mundo moderno devido aos avanços tecnológicos. Agora as mensagens são enviadas e lidas instantaneamente não importando a distância. O carteiro atualmente entrega apenas encomendas de produtos adquiridos pela internet ou contas para pagar... 😊

Por outro lado:
'A escrita é mágica: quando lemos, percebemos em nossa mente o olhar de pessoas que viveram em terras distantes e em outros tempos – eles depositaram suas palavras na escrita. É como se estas pessoas estivessem presentes para nós, mesmo estando ausentes. 
O fim da vida é uma grande perda e uma grande tristeza, mas se uma pessoa consegue colocar o melhor de si registrado na escrita, parte dela continuará viva. Como disse Horácio, outro poeta romano:
Exegi monumentum aere perennius
Construí um monumento mais duradouro do que o bronze
E isso não era nenhuma fanfarrice, a poesia de Horácio continua viva até hoje e continuará por séculos a frente. A escrita nos possibilita atravessar o espaço e o tempo, permitindo-nos estar presentes, virtualmente, mesmo quando estamos fisicamente ausentes.' 
(Transcrito de Laura Gibbs - http://audiolatinproverbs.blogspot.com.br/2011/02/litteris-absentes-videmus.html)


Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Confissões (Confessions)

Ab ore ad aurem

Da boca ao ouvido

(From mouth to ear)


"Essa é a Clara, filha da Juliana, colega de trabalho de minha mamãe. Ela é apenas dois dias mais velha do que eu, nascemos na Perinatal da Barra onde nos vimos pela primeira vez e desde então nos tornamos velhos amigos. 
Ontem nos encontramos por acaso no Shopping e ela me contou muitas novidades, em segredo, discretamente: da boca ao ouvido… 
Ah, mas não façam projeções do mundo dos adultos e venham com historinhas de namoro, somos apenas crianças e por muitos anos queremos curtir essa fase da vida cheia de amizade e carinho fraternal.
Da boca ao ouvido também é forma como a tradição foi propagada desde o princípio do mundo: costumes, lições de moral, piadas e a história do grupo foram transmitidas de boca a boca. 

Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 1 de agosto de 2017

Pátria (Homeland)

Ubi libertas ibi patria

Onde está a liberdade, aí está a minha pátria

(Where I am free, there is my homeland)


"Lema atribuído a filosofia de vida de Benjamim Franklin em sua defesa dos direitos dos cidadãos e da liberdade individual, e é bastante atual com o crescimento do número de refugiados - o Brasil  recebendo centenas de venezuelanos e a europa invadida pelos sírios.
O lema também é utilizado pelos Defensores do porte de armas nos EUA
Canivete Suíço
O lema é uma adaptação ao provérbio original em latim ubi bene, ibi patria: onde me sinto bem, aí é minha pátria. Percebe-se a concisão e a beleza do texto em latim."
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 25 de julho de 2017

O injustiçado (The wronged one)

Amici, ad qui venisti?

Amigo, a que vieste?

(Friend, do what you have come for)


"Nesse último sábado eu e meus coleguinhas de berçário, o Bernardo, a Duda e o Lucca, nos encontramos na casa do Bernardo. Foram nossas mamães que nos levaram e prepararam tudo. Brincamos muito, havia lanche para elas com quitutes que não pudemos comer, mas comi as delícias que adoro:  banana  (oba!) no lanche e no almoço, canja de galinha. Obrigado, tia Aline por nos receber! Só faltaram o Davi e o Caio. 😟


O Bernardo estranhou minha presença, Sábado não é dia de creche e bem que ele poderia ter dito:
Amigo, a que vieste? 
E eu responderia que vim para brincar. Mas essa famosa citação aparece em Mateus 26:50, na Vulgata, versão latina da Bíblia. São palavras atribuídas a Jesus ditas a Judas que o estava entregando aos romanos (ou talvez Temer a Joesley Batista? 😄).
Coitado do Judas, o moço era apenas um personagem desempenhando bem o seu papel. Executava um ato essencial ao enredo, mas muita gente o crucifica por isso até hoje... 😉"
Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!

terça-feira, 18 de julho de 2017

Ser amado II (To be loved II)

Ut ameris amabilis esto

Para ser amado, seja amável

(To be loved, be lovable)


"Citação que aparece no Livro II da A arte de amar, do poeta Romano Ovídio, que tem visitado nosso Blog com frequência. 
Possui equivalência com Si vis amari, ama - Se quer ser amado, ama, atribuído a Hecato por Sêneca e que já apareceu no post de 20/07/2016, praticamente há um  ano... (clique no link ou figura para conferir):


Tia Lídia, na primeira foto, e a mamãe me amam muito.

Apesar de aparentemente óbvio, para ser amado, seja amável, não corresponde completamente a realidade dos fatos. Na complexidade do relacionamento humano a reciprocidade do amar não costuma ser regra, o que leva a conflitos e sofrimento.

A citação é muito utilizada em tatuagens feitas em várias partes do corpo, abaixo um exemplo:


Quem gostou do Post pode Compartilhar no Facebook!